#Critica Esquadrão Suícida

Sim senhoras e senhores, depois de meses de férias forçadas (comecei a trabalhar e estudar e ai já viu, tempo livre não existe), estou de volta para falar de algo que amo: filme de super-herói.
Não sou expert em DC, não conheço a história dos quadrinhos, ou seja, não posso comentar nada sobre isso (o filme é pior que as HQs).


Achei o filme fantástico sim, valeu cada centavo gasto na meia entrada do cinema (e sim, fui de cospobre porque sou dessas).
O filme conta a história de super-vilões que começa a trabalhar para o governo americano por livre e espontânea pressão de não terem suas cabeças explodidas para salvar salvar o mundo, vulgo América, de catástrofes (estão todos traumatizados pelo super poderoso Superman, com a possibilidade de outro deus habitar a terra e querer destruí-la e eles não terem o Superman pra salvá-la).
É muito bacana a filmagem e edição, sombria e louca, como as personagens. Ás vezes você se pega vendo a cena e pensando "oi?", mas não interfere no entender a história num geral, pelo contrário, dá até uma certa graça para o filme sabe? É um pouco sem sentido assim como as personagens.
Como todo filme com muitas histórias para contar, o vilão é mal trabalhado. Você entende o porquê (liberdade e adoração), mas ao mesmo tempo não consegue sentir desprezo ou o por que de não ser a liga da justiça contra ela. Torna o esquadrão desnecessário. Sem contar a história paralela que te faz querer saber mais dela do que da principal, o que deve ocorrer em outro filme, ou pelo menos é o que indica a cena pós-crédito.
Como disse antes, não conheço a relação das personagens no quadrinho, se existe um líder na equipe e quem é, mas no filme essa pessoa é o artista mais caro (Will Smith), o que faz o filme ser rodado pelo ponto de vista do Pistoleiro, quando não são os flashbacks. É ele quem dá o primeiro passo antes dos outros irem também, ele quem destrava os clímax da história, quem "resgata" os outros de flashbacks, e por ai vai.
Não achei ruim isso, dá uma dinâmica interessante, deixa ele mais são do que seria se fosse do ponto de vista da Harley, por exemplo.
Resumindo, tem pontos fracos? Tem, mas tem muitas coisas boas também, principalmente para os não fás dos quadrinhos.



E você, já assistiu o filme? Qual sua opinião? O que gostou e o que não gostou?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Adoraria saber sua opinião sobre o post!
Pode ser sincero, mas sem maldade, lembre-se sou uma pessoa também!