Como escolher a lingerie perfeita? | Série #Lingerie |

Share:

Tá ai uma peça que a gente usa sempre e ninguém nos ensina a cuidar de uma forma que a faça durar mais, aquela que tem o contato mais direto com nosso corpo, mas por muitas vezes é deixada de lado.

Pensando nisso, resolvi fazer essa série de posts para aprendermos a cuidar e escolher aquelas peças que acalentam as nossas regiões mais íntimas.

Nesse primeiro post vamos falar sobre a escolha, como saber seu tamanho, qual a mais indicada para seu tipo de corpo e necessidade e no próximo vamos falar sobre lavagem, secagem e armazenamento e no terceiro sobre a lingerie aparente, quando, onde e como usar.

O sutiã perfeito!

Existem diversos modelos de sutiã, e cada um tem um objetivo. Para escolher o que é perfeito para você, é preciso saber para que cada um serve e onde ele encaixa na sua vida. Se você tem pouco volume nos seios, não precisa de um sutiã de sustentação, assim como quem tem bastante volume provavelmente não vai se sentir confortável com um tomara que caia.

Ele surgiu para proteger e sustentar as mamas, possibilitando moldá-las, diminuí-las, escondê-las ou até mesmo mostrá-las com conforto, beleza e estilo.

A primeira coisa que você precisa saber para escolher seu sutiã é o tamanho. Para saber, é bem fácil, basta tirar duas medidas e comparar com as tabelas das lojas. A medida das costas que dá o seu tamanho numérico e a medida do busto que revela o tamanho da copa/bojo.

Montagem feita pela autora, imagens retiradas da internet.
Os tamanhos (40,42,44) podem variar de uma marca para outra, por isso é importante você ter anotado essas medidas, para facilitar na hora da compra, principalmente pela internet. Esse sistema de 44A, 44B ainda é novo aqui no Brasil, nem todas as marcas trabalham assim ainda, mas lá fora é super comum e ajuda a ter seus seios totalmente acomodados. Na imagem abaixo, tem um infográfico de como ele deve ficar no corpo, não importa o modelo. Lembrando que o que dá sustentação para o peso dos seios são as costas e não as alças.

As costas devem estar paralelas ao chão, as alças com um dedo de folga e o busto totalmente acomodado, sem apertos ou sobras. Imagem retirada do workshop de lingerie da Lilian Checchia.
O segundo passo é escolher o modelo. Vou falar de 10, os mais comuns.

1- Top

Montagem feita pela autora, imagens retiradas da internet.
Basicamente é aquele que não tem abertura para vestir (você veste como uma camiseta). Não possuí bojo (quando tem é removível) e é perfeito para o dia-a-dia e para dormir. Feito em tecido confortável, leve e cobre todo a região dos seios. Possuem sustentação leve a moderada, dependendo do tecido que ele for feito. Recomendado para todo tipo de corpo.

2- Nadador

Imagem retirada da internet.
A frente pode variar entre diversos tipos de taças e ele também pode ser feito em vários tecidos, mas a definição dele é ter as alças das costas em formato de Y, oferecendo assim maior sustentação para os seios e aliviando o peso dos ombros. Perfeito para quem volume de médio a grande.

3- Push up

Montagem criada pela autora, imagens retiradas da internet.
Possui aro e bojo, aproxima e levanta os seios. Causa a impressão de maior volume, então se esse não seu objetivo, não precisa do modelo. Pode vir com alças normais, cruzadas, tomara que caia e até mesmo no modelo nadador. Alças e laterais largas garantem maior sustentação.

4- Tomara que caia

Montagem criada pela autora, imagens retiradas da internet.
Não possui alças, pode ter ou não aro e bojo. O objetivo é que as alças não apareçam. Geralmente com laterais largas e podem ter silicone nas laterais para não escorregar. Oferece baixa sustentação, então é indicado para quem não tem seios pesados.

5- Funcional

Montagem criada pela autora, imagens retiradas da internet.
Laterais e alças mais largas, tecido reforçado para promover maior sustentação. Ideal para quem possuí bastante volume. Podem vir com bojo, apenas para dar formato ao seio, ou sem.

6- Balconet/Meia taça

Montagem criada pela autora, imagens retiradas da internet.
As pessoas costumam fazer diferença entre os dois modelos, mas na verdade é o mesmo. Cobrem metade do seio, incluindo os mamilos. Levantam os seios e deixa eles mais evidentes. Possuem um decote mais cavado e taças afastadas. Geralmente são os mais bonitos e sexys, trabalhos com rendas e transparências.

7- Cobertura total

Montagem criada pela autora, imagens retiradas da internet.
As taças cobrem de 3/4 a todo o volume dos seios. Dá maior firmeza e sustentação, ideal para quem tem seio grandes e pesados. Equilibra o peso entre ombros e costas, traz conforto e liberdade de movimentos além de melhorar a postura.

8- Triângulo

Montagem criada pela autora, imagens retiradas da internet.
Tem o formato das taças em triângulo, quando sem bojo pode ser chamado de "lenço". Não oferece sustentação, então é recomendado para seios pequenos a médios. Para aumentar a sustentação, escolha modelos com as laterais mais largas.

9- Bralette

Montagem criada pela autora, imagens retiradas da internet.
O modelo pode vir com ou sem aro e bojo, tem cós largo trabalhado geralmente com rendas. Perfeito para deixar a mostra e/ou fechar decotes muito profundos, como o segundo modelo da foto. Promove conforto e é bastante sensual.

10- Strappy Bra

Montagem criada pela autora, imagens retiradas da internet.
O modelo explodiu tem um tempinho, e é aquele que tem tiras, seja nas costas ou no decote, para ficarem amostra. Pode ser uma mistura de todos os outros modelos anteriores. para maior sustentação laterais e alças largas ajudam. Indicado para todos os corpos, escolha aquele que te deixa mais a vontade.

E o terceiro e último passo é a cor e textura do sutiã. Nada pior do que vestir uma camiseta e ficar aparecendo os detalhes da renda por baixo, ou colocar uma camiseta branca e aquela mancha colorida ficar aparecendo. Sutiã com blusa branca que não some na pele salienta a região abdominal!

Então preste atenção nesses sabotadores de imagem! Se sua camiseta ou blusa tem um caimento mais justo ao corpo ou mais leve, prefira os sutiãs lisos, para não marcarem. E com as brancas opte pelos nudes (beges e rosados, dependendo do seu tom de pele).

Escolhendo minha calcinha!

Para a calcinha também temos 3 passos. Tamanho, modelo (e finalidade) e cor. Para o tamanho, precisamos de duas medidas também: cintura e quadril. É importante saber essas medidas uma vez que os tamanhos podem variar de uma marca para outra e não podemos provar a mesma antes de comprar, então comparando com a tabela suas medidas, o risco de erro diminuí.
Imagem retirada da internet.
Assim como os sutiãs, existem diversos modelos de calcinhas, mas vamos falar aqui das 10 principais.

1- Calçola

Montagem criada pela autora, imagens retiradas da internet.
Cobre toda a lateral e vai até a cintura. Preferida pelas senhoras e moças plus size por cobrir toda a região abdominal e promover maior segurança. Podemos encontrá-las com o nome de Hot Pants.

2- Caleçon

Montagem criada pela autora, imagens retiradas da internet.
Laterais largas e cobre quase toda a região do bumbum, valoriza quadris e bumbuns menores, pela aba larga. Pode ser usada com todas as peças de roupas, só tomar cuidado para não embolar.

3- Boxer

Montagem criada pela autora, imagens retiradas da internet.
Bem parecida com o modelo masculino, também conhecida como shortinho. Cintura e laterais altas, valoriza o biotipo triângulo(pêra) e com volume no bumbum.

4- Cintura alta

Montagem criada pela autora, imagens retiradas da internet.
Dá uma leve sustentação a região abdominal mas não comprime. Indicada para todos os tipos de corpos.

5- Biquíni

Montagem criada pela autora, imagens retiradas da internet.
É o modelo mais clássico que existe. Cintura um pouco baixa, lateral média e cobre boa parte do bumbum. Ideal para todos os tipos de corpos, e extremamente confortável.

6- Tanga

Montagem criada pela autora, imagens retiradas da internet.
Lateral fina e menor na parte de trás para valorizar o bumbum. Ideal para quem tem pouco volume criar essa ilusão de bumbum maior, e para quem tem vale usar para realçar.

7- String

Montagem criada pela autora, imagens retiradas da internet.
Possui laterais estreitas, geralmente com regulagem ou fitas de elástico. A parte de trás pode ser tanga ou fio-dental, indicado para quem tem pouco quadril, pois pode marcar e criar aquelas gordurinhas indesejadas.

8- Fio-dental

Montagem criada pela autora, imagens retiradas da internet.
É pequena na frente e uma tira na parte de trás, oferece cobertura mínima e é ideal para não marcar em peças de roupas mais justas. De longe a mais sexy de todas! Indicada pela maioria para quem tem bumbum pequeno, mas se você ama o seu grandão, use sem medo!

9- Sem costura

Montagem criada pela autora, imagens retiradas da internet.
Não tem costura nas laterais e nem no cós, ideal para não marcar em tecidos finos e justos e para todos os tamanhos de quadris.

10- Shapewear (Modeladora e Redutora)

Duas primeiras são modeladoras e as duas últimas redutoras. Montagem criada pela autora, imagens retiradas da internet.
Essa é a linha de calcinhas funcionais. Podem modelar ou reduzir medidas.
A modeladora tem tecido com menor força de retorno e com isso promove maior conforto. Usada para dar liberdade de movimentos e reduzir o atrito das coxas quando estamos de saia e/ou vestido.
A redutora tem tecido com maior força de retorno para ajudar a diminuir medidas e criar um formato para o corpo. Serve para te dar confiança na hora de por aquele vestido ou saia tubinho super justos ao corpo.

E para finalizar o assunto de hoje: COR e TEXTURA!

Assim como para os sutiãs, vale prestar atenção na cor da calcinha que você escolheu para ver se não aparece quando você veste a calça. A mesma regra para blusas brancas, use tons nude! E a textura também, cuidado para não marcar a costura da lingerie na calça ou no caimento da saia/vestido. Todo mundo sabe que você está de calcinha, mas não precisam saber qual o modelo!

Também é importante que a calcinha tenha o fundilho de algodão, para ajudar a circulação de ar e evitar algumas infecções.

Vestir uma lingerie é um momento só seu! Deve ser especial para você! Então invista sim naquele modelo mais sexy, não interessa que "ninguém vai ver". Esse momento é seu! Você deve se sentir sexy e desejada. E acredite, isso faz diferença no seu humor e postura. Invista em você!

4 comentários:

Olá! Adoraria saber sua opinião sobre o post!
Pode ser sincero, mas sem maldade, lembre-se sou uma pessoa também!